onde os próprios arquitectos se desfazem com suas mãos